Por que ainda estudar Jornalismo?

11 junho, 2009

A sociedade digital cresce a cada dia, a colaboratividade ganha espaços inimagináveis e a obrigatoriedade do diploma vira uma novela na justiça. Em meio a esse mutirão de mudanças em torno do jornalismo, muitos jovens que sonham em ter esta profissão ficam em dúvida se vale ou não a pena encarar uma universidade.

Alexandra Rampy, uma entusiasta desta importante área do conhecimento, criou uma lista com 40 motivos para estudar jornalismo. O objetivo da carta é “encorajar os estudantes e espalhar esperança”. Confira um resumo dos itens mais interessantes traduzidos e adaptados por mim (e pelo Google):

1. A sociedade precisa do jornalismo para destacar a voz do povo e proteger a sua liberdade.
2. A sociedade precisa do jornalismo para atuar como um serviço público.
3. A sociedade precisa de jornalistas que podem ser malabaristas, que são multi-facetados, rápidos, curiosos, criativos e comoventes.
4. A sociedade precisa de um jornalismo de espírito, de humanidade, de e para o mundo de hoje.
5. O jornalista de hoje nasceu e cresceu com a tecnologia. Ele se preocupa com seus amigos e suas comunidades. A sociedade precisa das suas ideias, suas perspectivas e sua vontade de adaptar, mudar e evoluir.
6. O jornalismo ensina a ser um bom escritor.
7. O jornalismo fornece uma base sólida para saber o que dizer, como dizer e por que você está dizendo isso.
8. O jornalismo ensina a defender sua postura, a sua escrita e seu personagem.
9. O jornalismo ensina ética. As informações que você transmite afetam pessoas reais e problemas reais, logo, necessitam de tratamento especial de juízo.
10. O jornalismo ensina a aprender constantemente.
11. O jornalismo ensina a fazer perguntas, inclusive as duras.
12. O jornalismo ensina a olhar para as questões em múltiplas perspectivas.
13. O jornalismo ensina a ser um bom “NetWorker”, ou seja, um bom construtor de relacionamentos.
14. O jornalismo ensina a ser um bom investigador, visto que você deve verificar fato a fato e verificar novamente.
15. O jornalismo ensina a ter confiança. Para ter sucesso nessa área, você tem que estar confiante em sua pesquisa, palavras e ações.
16. O jornalismo dá plataforma para atender uma variada quantidade de pessoas, estudar diversos assuntos e, se quiser, até mesmo viagens a diversos países.
17. O jornalismo ensina a ser interessante, a saber conversar e a criar uma posição.
18. As pessoas estão com medo do jornalismo acabar e as organizações estão adotando princípios em seu trabalho jornalístico para mudar a estratégia. É um momento emocionante para começar.
19. O jornalista possibilita você explorar a sua criatividade: escrever, fotografar, dirigir, filmar, diagramar, produzir, entre outros.
20. Há muitas histórias que necessitam ainda ser contadas.
21. O jornalismo deixa você na história. Você pode dizer que estava lá.
22. Você vai conhecer pessoas de todos os setores da vida, experiências diversas e um longo espaço de paixões. É inspirador e motivador.
23. O jornalismo dá-lhe um pretexto para falar com alguém que conheça, que goste ou um assunto que seja interessante para você.
24. As pessoas vão criticar o seu trabalho e você aprende a ser corajoso e maduro para aceitar isso. Ele faz você ser uma pessoa melhor.
25. A notícia que você escrever pode chegar a mais pessoas do que você imagina.
26. Você pode ser você.
27. Você vai tornar mais fácil para as pessoas as milhares de informações disponíveis no mundo.
28. Você saberá como mediar uma conversa.
29. Você vai aprender a ser multi-tarefa: o telefone está tocando com um novo chumbo quente; o prazo para a entrega da matéria é de duas horas; você ainda precisa verificar os fatos; acompanhar alguns e-mails; e ainda tem uma reunião de dez minutos.
30. Você pode fazer a diferença. Clichê? Talvez. Mas você pode. Dependendo de seus interesses e paixões, você pode fazer uma diferença enorme na sociedade.
31. Você nunca vai viver da rotina. O jornalismo muda todos os dias e isto é ainda mais verdadeiro hoje do que nunca. O campo está em constante evolução.

:: Clique aqui e leia a lista na íntegra (em inglês)

Fonte: Diário de um Repórter (copiado e colado na íntegra… existem coisas que não há como mudar!)

Anúncios